Imprimir

Print Friendly and PDF

QUAL A DATA DE HOJE?

Seja bem-vindo. Hoje é

GRATO PELA VISITA

25 de março de 2017

QUEM É VOCÊ PARA CRITICAR A MINHA DENOMINAÇÃO?














Alguém pergunta até mesmo com tom de desafiando:

Com que autoridade você critica a denominação que congrego?

A pergunta deveria se feita às pessoas a seguir:

"Paulo, André, Bartolomeu, Tiago, João, Mateus, Filipe, Simão Pedro, Simão Zelote, Tomé, Matias, Lucas, Marcos, Lídia, Priscila, Áquila, Apolo, Ágabo,  Cléofas, Barnabé, Justo, Ananias, Estevão, Filipe, Prócoro, Nicanor, Timão, Parmenas, Tito, Filemon, Onésimo, Epafras, Arquipo, Silas, Silvano, Andrônico, Urbano, Narciso, Aristóbulo, Ágabo, Rufus, Hermes, Caio, Lúcio, Tércio, Erasto, Quarto, Onesíforo, Clemente, Sóstenes, Tíquico,  Epafrodito, Carpo, Aristarco, Trófimo, Artemas, Dorcas, etc., etc., etc.... Vocês conhecem a Congregação X? Já ouviram falar dela?"

Se eles, que foram sem dúvida cristãos e muitos deles companheiros pessoais do nosso Salvador, nunca ouviram falar dessa tal congregação, então você já sabe o que deve fazer. NEM PRECISA DIZER.

Alguém escreveu:

"QUE DENOMINAÇÃO É ESTA?"

Esta é uma pergunta que de um modo geral se faz quando se dá um folheto, ou quando convidamos a alguma reunião para o estudo da Palavra do Criador. Sem dúvida é uma pergunta sábia, especialmente nestes dias de tanta confusão. Mas, o que teria acontecido se a mesma pergunta houvesse sido feita nos dias dos apóstolos? Suponhamos que você tivesse vivido naquela época, e um dia se encontrasse com o apóstolo Tomé e lhe perguntasse:

— Apóstolo Tomé, que denominação é esta?

Você pode imaginar a resposta? Tomé, sem dúvida, iria ficar com cara de tolo e diria: O que é denominação?

O Criador tem uma Igreja neste mundo, mas NÃO é uma organização da qual você pode por si próprio tornar-se membro. É possível fazer-se membro de uma "igreja" feita por homens, e depois "deixá-la" se você não ficar satisfeito. Mas você nunca poderia fazer a si mesmo membro da Igreja do Criador a qual é chamada "A IGREJA DO CRIADOR VIVO".

ESTÁ ESCRITO:

Mas, se eu demorar, esta carta vai lhe dizer como devemos agir na família do Criador, que é a Igreja do Criador vivo, a qual é a coluna e o alicerce da verdade.
Temos que voltar ao fundamento, O QUAL É O MESSIAS.
“Porque ninguém pode pôr outro fundamento, além do que já está posto, o qual é O Messias”. “A Palavra do Criador nos diz que somos pecadores culpados diante dele, perdidos em nossos pecados e “por natureza filhos da ira”“. Mas o Criador, em seu amor e misericórdia, enviou Seu próprio Filho a este mundo para pagar por nossos pecados na cruz.

Primeiro o Salvador veio a Seu próprio povo terreno, Israel. "Veio para o que era Seu e os Seus não O receberam". Então, foi entregue para morrer na cruz pelos pecados de todo o mundo. Triunfante, Se levantou de entre os mortos, ascendeu à destra do Pai, e enviou o Espírito Santo ao mundo no dia de Pentecostes.

Com Sua ascensão e a vinda do Espírito Santo, havia chegado o tempo, no programa eterno do Criador, de colocar de lado a nação de Israel, e trazer uma coisa completamente nova -- Sua Igreja. É chamada "Igreja, que é o Seu Corpo”.

Sua Igreja não é "denominada". Isto é, não tem nome dado pelos homens, nem é uma organização humana, porém é composta de pessoas salvas, tanto judeus como gentios. NÃO tem lista de membros na terra, e ninguém pode fazer-se membro dela. Mas quando alguém vem ao Criador como um pecador culpável, e recebe o Messias em seu coração como seu Suficiente Salvador, seu nome está escrito no Céu e imediatamente é "acrescentado" à Igreja pelo próprio Criador. Passa a levar, então, o nome de seu Salvador, e é feito uma "nova criatura" no Messias. Não necessita outro nome e nem precisa fazer-se membro de algo inventado pelo homem.

Durante o tempo primitivo da Igreja, os crentes se reuniam simplesmente para estudar a Palavra. Não tinham nomes ou organizações denominacionais, e nem o mecanismo da atualidade. Mas as ideias mundanas penetraram mais e mais, e a simplicidade devida ao Messias desapareceu. O homem religioso sempre está acrescentando algo à ordem simples do Criador.

O Criador não é o autor de nenhuma denominação. Algumas delas abraçam algumas verdades bíblicas muito sadias, e têm muitos crentes, nascidos de novo, em suas organizações. Mas os crentes são assim divididos uns dos outros por seus nomes. Isto é um pecado contra o Criador.

Os crentes primitivos não se "denominavam" ou tinham nomes postos por eles. Eram conhecidos por termos como "discípulos", "crentes", "santos", "cristãos", ou qualquer nome que pudesse ser levado por TODOS os crentes. Não temos nenhuma base bíblica para levar um nome que não possa ser levado por todos os filhos do Criador neste mundo. Fazer isto é querer dividir o "um só Corpo" do Messias.

O filho do Criador deve ter um sadio e inteligente conhecimento da sua Palavra. Não deve estar em jugo desigual tendo comunhão com os não convertidos, mas deve "sair do meio deles". Os crentes devem tratar de, a qualquer custo, se reunir para estudar a Palavra a fim de se edificarem uns aos outros na fé. Muitas vezes isto tem que ser feito em pequenas reuniões caseiras, porque a verdade não é aceita em lugares humanamente elevados. "Saiamos, pois, a Ele fora do arraial, levando o Seu vitupério".


Leia as Escrituras.

6 de março de 2017

A CAUSA E O EFEITO, CONFORME A ESCRITURA.

















MEDITANDO NOS PROVÉRBIOS.

DEFINIÇÃO DOS
ÍMPIOS
Unholy é um conceito que vem de uma palavra latina usada para se referir a alguém que não tem a virtude da piedade ou a fé em Deus. Por sua vez, é usado como sinônimo de hostilidade, em relação ao religioso e sagrado está em causa.

Provérbios 12

Todo o que ama a disciplina ama o conhecimento, mas aquele que odeia a repreensão é tolo.

O homem bom obtém o favor do Senhor, mas o que planeja maldades o Senhor condena.

Ninguém consegue se firmar mediante a IMPIEDADE, e não se pode destruir o justo.

A mulher exemplar é a coroa do seu marido, mas a de comportamento vergonhoso é como câncer em seus ossos.

Os planos dos justos são retos, mas o conselho dos ímpios é enganoso.

As palavras dos ÍMPIOS são emboscadas mortais, mas quando os justos falam há livramento.

Os ÍMPIOS são derrubados e desaparecem, mas a casa dos justos permanece firme.

O homem é louvado segundo a sua sabedoria, mas o que tem o coração perverso é desprezado.

Melhor é não ser ninguém e, ainda assim, ter quem o sirva, do que fingir ser alguém e não ter comida.

O justo cuida bem dos seus rebanhos, mas até os atos mais bondosos dos ÍMPIOS são cruéis.

Quem trabalha a sua terra terá fartura de alimento, mas quem vai atrás de fantasias não tem juízo.

Os ÍMPIOS cobiçam o despojo tomado pelos maus, mas a raiz do justo floresce.

O mau se enreda em seu falar pecaminoso, mas o justo não cai nessas dificuldades.

Do fruto de sua boca o homem se beneficia, e o trabalho de suas mãos será recompensado.

O caminho do insensato parece-lhe justo, mas o sábio ouve os conselhos.

O insensato revela de imediato o seu aborrecimento, mas o homem prudente ignora o insulto.

A testemunha fiel dá testemunho honesto, mas a testemunha falsa conta mentiras.

Há palavras que ferem como espada, mas a língua dos sábios traz a cura.

Os lábios que dizem a verdade permanecem para sempre, mas a língua mentirosa dura apenas um instante.

O engano está no coração dos que maquinam o mal, mas a alegria está no meio dos que promovem a paz.

Nenhum mal atingirá o justo, mas os ÍMPIOS estão cobertos de problemas.

O Senhor odeia os lábios mentirosos, mas se deleita com os que falam a verdade.

O homem prudente não alardeia o seu conhecimento, mas o coração dos tolos derrama insensatez.

As mãos diligentes governarão, mas os preguiçosos acabarão escravos.

O coração ansioso deprime o homem, mas uma palavra bondosa o anima.

O homem honesto é cauteloso em suas amizades, mas o caminho dos ÍMPIOS os leva a perder-se.

O preguiçoso não aproveita a sua caça, mas o diligente dá valor a seus bens.

No caminho da justiça está a vida; essa é a vereda que nos preserva da morte.


Leia a Escritura.

4 de março de 2017

PRATICAR O QUE FICOU ESCRITO É BOM. IMITAR QUEM ESCREVEU...




















ASSIM FOI DEIXADO ESCRITO PARA NÓS HOJE.
Pode ter sido Salomão.

 

Quem é repreendido muitas vezes e teima em não se corrigir cairá de repente na desgraça e não poderá escapar.

 Quando os honestos governam, o povo se alegra; mas, quando os maus dominam, o povo reclama.

 O filho que ama a sabedoria é o orgulho do seu pai. Quem anda com prostitutas desperdiça tudo o que tem.

 Quando o governo é justo, o país tem segurança; mas, quando o governo cobra impostos demais, a nação acaba na desgraça.

 Quem bajula os seus amigos está armando uma armadilha para si mesmo.

 Os maus são apanhados na armadilha dos seus próprios pecados, mas os honestos andam livres e felizes.

 A pessoa correta se interessa pelos direitos dos pobres, porém os maus não se importam com essas coisas.

 Os que zombam de tudo põem uma cidade inteira em confusão, mas os sábios mantêm tudo em paz.

 Quando um homem inteligente discute com um tolo, este somente ri, xinga e causa confusão.

 Os assassinos odeiam as pessoas direitas, mas os bons protegem a vida delas.

 O tolo mostra toda a sua raiva, mas quem é sensato se cala e a domina.

 Quando um governador dá atenção a mentiras, todos os seus auxiliares acabam se tornando maus.

 O pobre e aquele que o explora só têm uma coisa em comum: o Criador lhes deu olhos para verem.

 As autoridades que defendem o direito dos pobres governam por muito tempo.

 É bom corrigir e disciplinar a criança. Quando todas as suas vontades são feitas, ela acaba fazendo a sua mãe passar vergonha.

 Quando os maus estão no poder, o crime aumenta; mas as pessoas honestas viverão o suficiente para ver a queda dos maus.

 Corrija os seus filhos, e eles serão para você motivo de orgulho e não de vergonha.

 Um país sem a orientação do Criador é um país sem ordem. Quem guarda a lei do Criador é feliz.

 Não adianta nada corrigir um escravo somente com palavras porque, mesmo que ele entenda, não obedecerá.

 Há mais esperança para um tolo do que para uma pessoa que fala sem pensar.

 O escravo que é mimado desde criança um dia vai querer ser dono de tudo.

 A pessoa de mau gênio sempre causa problemas e discórdias.

 O orgulhoso acaba sendo humilhado, mas quem é humilde será respeitado.

 O companheiro de um ladrão é o pior inimigo de si mesmo. Se ele disser a verdade no tribunal, será castigado; se não disser, o Criador o amaldiçoará.

 É perigoso ter medo dos outros, mas confiar no Criador dá segurança.

 Todos querem agradar às pessoas importantes, mas o Criador dá o que cada um merece.

 Os homens direitos não toleram os maus, e os perversos não toleram os que vivem honestamente.

 

Está na Escritura.