Imprimir

Print Friendly and PDF

QUAL A DATA DE HOJE?

Seja bem-vindo. Hoje é

GRATO PELA VISITA

14 de novembro de 2017

O CRIADOR NÃO É AUTOR DE CONFUSÃO



















POR QUE ACREDITAR NUMA MENTIRA?


A confusão religiosa e suas variadas doutrinas contraditórias provam que o diabo e seus servos são enganadores eficientes.

Vós tendes por pai ao diabo, e quereis satisfazer os desejos de vosso pai. Ele foi homicida desde o princípio, e não se firmou na verdade, porque não há verdade nele. Quando ele profere mentira, fala do que lhe é próprio, porque é mentiroso, e pai da mentira.

João 8:44

Deus não é autor de confusão.

Porque o Criador não é Pai de confusão, senão de paz, entre os lavados e remidos pelo sangue do Cordeiro (o que se chamam de igreja física).

1 Coríntios 14:33


As muitas falsas doutrinas ensinadas em diversas denominações, nos dias de hoje, não vêm no Criador. Não é surpresa que o mesmo mal que tem estado pervertendo e negando as palavras do Pai desde o Jardim do Éden esteja ainda plantando as sementes do engano. Ele até encontra líderes prontos a servir como seus cúmplices na pilhagem dos fracos cordeirinhos.

Olhai, pois, por vós, e por todo o rebanho sobre que o Espírito Santo vos constituiu supervisores, para apascentardes os servos do Criador, que ele resgatou com seu próprio sangue.

Porque eu sei isto que, depois da minha partida, entrarão no meio de vós lobos cruéis, que não pouparão ao rebanho; e que de entre vós mesmos se levantarão homens que falarão coisas perversas, para atraírem os discípulos após si.

Atos 20:28-30


Mas como alguém se deixaria enganar? O apóstoloPaulo oferece uma explicação dos motivos para acreditar em mentiras:

A esse cuja vinda é segundo a eficácia de Satanás, com todo o poder, e sinais e prodígios de mentira, e com todo o engano da injustiça para os que perecem, porque não receberam o amor da verdade para se salvarem.

E por isso o Criador lhes enviará a operação do erro, para que creiam a mentira; para que sejam julgados todos os que não creram a verdade, antes tiveram prazer na iniquidade.

2 Tessalonicenses 2:9-12


As pessoas enganadas pela astúcia de Satanás "não acolheram o amor à verdade para serem salvos." Não é suficiente conhecer a verdade. Temos que amar a verdade. Há muitas pessoas que leem a Bíblia por curiosidade, ou vaidade, ou por razões acadêmicas, mas que não abordam as escrituras com a humildade necessária para permitir ao Pai mudá-las e moldar o seu caráter. Elas não amam a verdade, e são assim presas fáceis para o diabo.

O apóstolo Paulo menciona outro fator: "deleitam-se com a injustiça." Quando uma pessoa quer uma desculpa para justificar o pecado em sua vida, ela não estudará a Bíblia com um coração honesto e aberto necessário a entendê-la. Você pode frequentemente ouvir esta atitude nos comentários daqueles que querem defender suas práticas pecaminosas: "Onde se diz na Bíblia que eu não posso. . . ?" A atitude adequada não defende o mal, mas pergunta: "O que o Criador quer que eu faça?" As pessoas que estão determinadas a justificar seus pecados não entendem a verdade. Suas mentes são carnais e incapazes de discernir a riqueza espiritual da mensagem do Criador:

Ora, o homem natural não compreende as coisas do Espírito do Pai, porque lhe parece loucura; e não pode entendê-las, porque elas se discernem espiritualmente.

1 Coríntios 2:14


Por que alguém acreditaria numa mentira? Porque a verdade frequentemente  exige transformações penosas que a maioria das pessoas não está querendo fazer. O caminho do Criador é difícil e solitário, mas conduz à vida eterna.

E porque estreita é a porta, e apertado o caminho que leva à vida, e poucos há que a encontrem.

Mateus 7:14


Não se deixem levar por estudos bíblicos. Pode acontecer que o seu “mestre” tenha aprendido errado e, mesmo inocente, repasse para vocês o erro. Está escrito:


O meu povo não quer saber de mim e por isso está sendo destruído. E vocês, sacerdotes, também não querem saber de mim e esqueceram as minhas leis; portanto, eu não os aceito mais como meus sacerdotes, NEM ACEITAREI OS SEUS FILHOS COMO MEUS SACERDOTES.

Oséias 4:6

Leia as Escrituras.

12 de novembro de 2017

PARA O CRIADOR SOMOS O AROMA DE JESUS















É NO MINISTÉRIO DO APÓSTOLO PAULO QUE CREIO E SIGO. ELE ASSIM ESCREVEU AOS CORÍNTIOS:

Mas graças ao Pai, que sempre nos conduz vitoriosamente no Messias e por nosso intermédio exala em todo lugar a fragrância do seu conhecimento; porque para o Pai somos o aroma do Messias entre os que estão sendo salvos e os que estão perecendo.

Para estes somos cheiro de morte; para aqueles fragrância de vida. Mas, quem está capacitado para tanto?

Ao contrário de muitos, não negociamos a palavra do Criador visando lucro; antes, no Messias falamos diante do Pai com sinceridade, como homens enviados pelo Altíssimo.

Será que com isso, estamos começando a nos recomendar a nós mesmos novamente? Será que precisamos, como alguns, de cartas de recomendação para vocês ou da parte de vocês?

Vocês mesmos são a nossa carta, escrita em nosso coração, conhecida e lida por todos.

Vocês demonstram que são uma carta do Messias, resultado do nosso ministério, escrita não com tinta, mas com o Espírito Pai vivo, não em tábuas de pedra, mas em tábuas de corações humanos.

Tal é a confiança que temos diante do Altíssimo, por meio do Messias.

Não que possamos reivindicar qualquer coisa com base em nossos próprios méritos, mas a nossa capacidade vem do Criador.

Ele nos capacitou para sermos ministros de uma nova aliança, não da letra, mas do Espírito; pois a letra mata, mas o Espírito vivifica.

COM A MENTE DESCONTAMINADA – A letra que mata é o contido em todos os preceitos da Lei de Moisés; o Espírito vivifica é a Lei perpétua do Criador que é a Lei da Graça, ou seja, a Lei do Salvador.

O ministério que trouxe a morte foi gravado com letras em pedras; mas esse ministério veio com tal glória que os israelitas não podiam fixar os olhos na face de Moisés por causa do resplendor do seu rosto, ainda que desvanecente.

Não será o ministério do Espírito ainda muito mais glorioso?

A ESCOLHA É DE CADA UM: O ministério de Moisés ou o ministério do Salvador.

Se era glorioso o ministério que trouxe condenação, quanto mais glorioso será o ministério que produz justiça!

Pois o que outrora foi glorioso, agora não tem glória, em comparação com a glória insuperável.

E se o que estava se desvanecendo se manifestou com glória, quanto maior será a glória do que permanece!

Portanto, visto que temos tal esperança, mostramos muita confiança.

Não somos como Moisés, que colocava um véu sobre a face para que os israelitas não contemplassem o resplendor que se desvanecia.

Na verdade as mentes deles se fecharam, pois até hoje o mesmo véu permanece quando é lida a antiga aliança. Não foi retirado, porque é somente no Messias que ele é removido.

De fato, até o dia de hoje, quando Moisés é lido, um véu cobre os seus corações.

Mas quando alguém se converte ao Criador, o véu é retirado.

Ora, o Pai é o Espírito e, onde está o Espírito do Criador, ali há liberdade.

E todos nós, que com a face descoberta contemplamos a glória do Altíssimo, segundo a sua imagem estamos sendo transformados com glória cada vez maior, a qual vem do Criador, que é o Espírito.

Leia a Escritura.

5 de novembro de 2017

VOLTEM PARA O CRIADOR E ELE SERÁ MISERICORDIOSO.
















O NOSSO CRIADOR FALANDO PELA BOCA DO PROFETA ISAÍAS.

 “Veja, sou eu quem criou o ferreiro, que sopra as brasas até darem chama e forja uma arma própria para o seu fim”. E fui eu quem criou o destruidor para gerar o caos; nenhuma arma forjada contra você prevalecerá, e você refutará toda língua que a acusar. “Esta é a herança dos servos do Criador, e esta é a defesa que faço do nome deles”, declara o Soberano.

“Venham, todos vocês que estão com sede, venham às águas; e, vocês que não possuem dinheiro algum, venham, comprem e comam”! Venham, comprem vinho e leite sem dinheiro e sem custo.

Por que gastar dinheiro naquilo que não é pão e o seu trabalho árduo naquilo que não satisfaz? Escutem, escutem-me, e comam o que é bom, e a alma de vocês se deliciará na mais fina refeição.

Deem ouvidos e venham a mim; ouçam-me, para que sua alma viva. Farei uma aliança eterna com vocês, minha fidelidade prometida a Davi.

Pela boca do profeta Natã,  disse o Criador a Davi:

Quando a sua vida chegar ao fim e você descansar com os seus antepassados, escolherei um dos seus filhos para sucedê-lo, um fruto do seu próprio corpo, e eu estabelecerei o reino dele. Será ele quem construirá um templo em honra ao meu nome, e eu firmarei o trono dele para sempre. Eu serei seu pai, e ele será meu filho.

OBSERVE: Definitivamente o templo que o Criador falava NÃO era o templo de Salomão, uma vez que esse já chegou ao fim, nem o de Herodes que também já não existe. O templo de que se falava era o templo “ESPIRITUAL”, ou seja, está no entendimento de cada um de nós. Somos verdadeiramente morada do Espírito Santo do Soberano. Este templo é para sempre.


Vejam, eu o fiz uma testemunha aos povos, um líder e governante dos povos.  

Com certeza você convocará nações que você não conhece, e nações que não o conhecem se apressarão até você, por causa do Altíssimo, o seu Criador o Santo de Israel, pois ele lhe concedeu esplendor.

Busquem o Criador enquanto se pode achá-lo; clamem por ele enquanto está perto.

Que o ímpio abandone seu caminho, e o homem mau, os seus pensamentos. Volte-se ele para o Criador, que terá misericórdia dele; volte-se para o nosso Criador, pois ele perdoará de bom grado.

O QUE É ÍMPIO:

Ímpio significa desumano, desnaturado, insensível. É aquela pessoa que não tem piedade, que age cruelmente. Um indivíduo ímpio é uma pessoa indiferente, intolerável, que pratica barbaridades, que tortura.

"Pois os meus pensamentos não são os pensamentos de vocês, nem os seus caminhos são os meus caminhos", declara o Criador.

“Assim como os céus são mais altos do que a terra, também os meus caminhos são mais altos do que os seus caminhos e os meus pensamentos mais altos do que os seus pensamentos”.

Assim como a chuva e a neve descem dos céus e não voltam para ele sem regarem a terra e fazerem-na brotar e florescer, para ela produzir semente para o semeador e pão para o que come, assim também ocorre com a palavra que sai da minha boca: Ela não voltará para mim vazia, mas fará o que desejo e atingirá o propósito para o qual a enviei.

Vocês sairão em júbilo e serão conduzidos em paz; os montes e colinas irromperão em canto diante de vocês, e todas as árvores do campo baterão palmas.

No lugar do espinheiro crescerá o pinheiro, e em vez de roseiras bravas crescerá a murta. “Isso resultará em renome para o Criador, para sinal eterno, que não será destruído.”

MURTA
Arbusto ou árvore pequena, para extração de madeira de qualidade, folhas ricas em óleo. Usada em perfumes, assim como as flores brancas, aromáticas, e as bagas carnosas.

Assim diz o Criador: “Mantenham a justiça e pratiquem o que é direito, pois a minha salvação está perto, e logo será revelada a minha retidão”.

“Feliz aquele que age assim, o homem que nisso permanece firme, observando o sábado, para não profaná-lo, e vigiando sua mão, para não cometer nenhum mal”.

O SÁBADO NO NOVO TESTAMENTO:

Efésios

"Porque ele é a nossa paz, o qual de ambos fez um; e, tendo derrubado a parede da separação que estava no meio, a inimizade, aboliu na sua carne a lei dos mandamentos na forma de ordenanças, para que dos dois criasse em si mesmo um novo homen, fazendo a paz."  Esta passagem mostra que Cristo aboliu a "lei dos mandamentos".  Desde que a guarda do sábado era um  destes mandamentos, e não foi incluída no Novo Testamento, não necessitamos guardar o sábado.

Romanos:

"Assim, meus irmãos, também vós morrestes relativamente à lei, por meio do corpo do Messias, para pertencerdes a outro, a saber, aquele que ressuscitou dentre os mortos, e deste modo frutifiquemos para o Criador. Porque, quando vivíamos segundo a carne, as paixões pecaminosas postas em realce pela lei, operavam em nossos membros a fim de frutificarem para a morte.  Agora porém, libertados da lei, estamos mortos para aquilo a que estávamos sujeitos, de modo que servimos em novidade de espírito e não na caducidade da letra.  Que diremos pois?  É a lei pecado?  De modo nenhum.  Mas eu não teria conhecido o pecado, senão por intermédio da lei; pois não teria eu conhecido a cobiça, se a lei não dissera:  Não cobiçarás."  Esta passagem claramente diz que morremos para a lei e estamos, portanto, "libertos da lei".  A lei de que Paulo falava incluía os dez mandamentos, porque ele citou: "Não cobiçarás" como uma das leis.

O Messias veio para nos adotar como filhos e redimir-nos da lei.

Palavra do Soberano Criador, daquele que reúne os exilados de Israel: 

"Reunirei ainda outros àqueles que já foram reunidos".

As sentinelas de Israel estão cegas e não têm conhecimento; todas elas são como cães mudos, incapazes de latir. Deitam-se e sonham; só querem dormir.

São cães devoradores, insaciáveis. São pastores sem entendimento; todos seguem seu próprio caminho, cada um procura vantagem própria.

"Venham", cada um grita, "tragam-me vinho! Bebamos nossa dose de bebida fermentada, que amanhã será como hoje, e até muito melhor! "


Leia as Escrituras.